“Qual é a validade dessa política assistencialista “

Olá! E então todo mundo bem?

Cotas! Um assunto polêmico e que divide opiniões sempre que vem a tona. Qual é a validade dessa política assistencialista que estabelece uma cota de vagas em qualquer processo seletivo de entidades publicas para grupos específicos como negros, indígenas, deficientes e oriundos de escolas publicas por exemplo.

Apenas cerca de 10% dos alunos que ingressam no ensino superior por meio de qualquer tipo de cota conseguem concluir o curso assim, cerca de 20% das vagas de vestibulares para as melhores instituições do país se perdem muitas vezes impedindo outros candidatos mais preparados de conseguir uma boa formação acadêmica. Em alguns lugares do país a tendência é que esse numero de vagas seja ainda maior aumentando as cotas. Filhos de funcionários públicos como policiais e bombeiros, por exemplo, já possuem cotas em alguns estados.

O nível de universidades de grande prestigio nacional vem caindo ano após ano. A diferença é sentida por alunos e profissionais. Isso é a prova cabal de uma política assistencialista e imediatista que não funciona, ficando cada dia mais evidente e urgente a necessidade de uma reforma no sistema educacional, mas começando pelo começo e não pelo fim. No entanto o maior problema é a oficialização de um preconceito presente no dia a dia da sociedade

Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: